Representantes do BNDES visitam canteiro de obra da Catedral de Petrópolis

Carolina Junqueira, Fabrício Brollo e Dom Gregório Paixão no Mausoléu Família Imperial

O gerente de operações do Departamento de Educação e Cultura do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Fabrício Brollo Dunham e a economista do BNDES, Carolina Junqueira Homem de Mello visitaram, na quarta-feira, as obras de restauração da Catedral de Petrópolis e implantação de uma galeria auto expositiva. Durante a visita eles manifestaram contentamento em ver o andamento da obra parabenizando a equipe pelo trabalho realizado para restaurar a Catedral.

O projeto de restauração da Catedral São Pedro de Alcântara foi aprovado pelo Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial de Cultura, com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 13 milhões. O restauro tem apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e da Prefeitura Municipal de Petrópolis.

Acompanhados do bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, do pároco da Catedral, Padre Adenilson Ferreira e da equipe de coordenação e técnicos do projeto. Fabrício Brollo e Carolina Junqueira percorreram todo o canteiro da obra, visitaram a torre e o sino e conheceram as estruturas da galeria auto expositiva, que já está em fase de montagem.

Momento em que os representantes do BNDES recebem material do Projeto de Educação Patrimonial

Ao tomar conhecimento do trabalho realizado de concretagem para o reforço estrutural da Catedral de Petrópolis, o gerente de operações do Departamento de Educação e Cultura do BNDES questionou se o problema da rachadura havia sido resolvido. Dom Gregório Paixão afirmou que sim e mostrou o trabalho realizado pelos técnicos, que incluiu o reforço da base do muro que dá para Avenida Tiradentes e para Praça Princesa Isabel.

Os representantes do BNDES tiveram a oportunidade de conversar com técnicos e responsáveis pelas obras de restauração da Catedral de Petrópolis, conhecendo alguns detalhes, inclusive o projeto de Educação Patrimonial e a visita de alunos de diversos cursos universitários, principalmente de arquitetura e engenharia. Ao final da visita, Fabrício Brollo e Carolina Junqueira receberam material que faz parte do kit de educação patrimonial com um guia ilustrativo da Catedral, um livro com desenhos sobre a Catedral para a criança pintar, uma carta de agradecimento pelo apoio e um quadro com foto da Catedral.

Fabrício Brollo e Carolina Junqueira com Dom Gregório Paixão e os técnicos e responsáveis pela obra de restauração da Catedral de Petrópolis