Um espaço público

A Catedral São Pedro de Alcântara recebe aproximadamente 50.000 visitantes nos períodos de férias e 28.000 nos outros meses, totalizando, aproximadamente, 424.000 por ano. Este público é variado, originário da localidade e de todo o Brasil e do exterior. 

Uma vez por mês, há concertos com organistas nacionais e internacionais renomados, que confere a cada evento a participação de 400 a 600 pessoas. Esta iniciativa amplia a variedade de acesso público ao templo. 

Oportuna-se mencionar o perfil de público que participa das celebrações litúrgicas. Por ser o templo religioso central de uma circuscrição regional da Igreja Católica (Diocese de Petrópolis), recebe considerável número de fiéis, principalmente, em destacadas datas litúrgicas (Páscoa e Natal) e eventos (ordenações, casamentos, dentre outros).  

Ademais, a Catedral de Petrópolis é o referencial de acolhida de todas as solenidades oficiais, não só da própria Diocese, como também do Município de Petrópolis, como oportunidade de cerimônias religiosas e civis com a presença da municipalidade e munícipes, haja vista que o seu patrimônio está diretamente ligado à história passada e atual de Petrópolis. 

A atual política de visitação é de acesso amplo ao público, com exceção da torre, mausoléu, sacristia e capela batismal. A Catedral está aberta à visitação todos os dias, das 6h às 19h. Tanto para as visitas quanto para os concertos não há cobrança de ingressos. As visitas guiadas são feitas por guias turísticos autônomos, sem vínculo com a Instituição. 

Quanto ao aspecto da divulgação, informações sobre a Catedral estão no roteiro principal de visitação aos pontos turísticos petropolitanos, divulgado nas mídias sociais e portal de turismo da Prefeitura de Petrópolis. 

Está em curso a revitalização de um plano de gestão do templo, incluindo a capacitação do corpo funcional e a criação da Pastoral do Turismo. 

Don`t copy text!